O esgoto doméstico é  aquele que provem principalmente de residências, estabelecimentos comerciais, instituições ou quaisquer edificações que dispõe de instalações de banheiros, lavanderias e cozinhas. Compõe-se em grande parte de água e junto a ela misturam-se materiais sólidos suspensos ou sólidos dissolvidos, matéria orgânica e organismos patogênicos como bactérias, helmintos e protozoários, como também nutrientes como o nitrogênio e o fósforo.  Englobam além do sistema de abastecimento de água e esgotos sanitários, a drenagem urbana e as inundações ribeirinhas,

A gestão dos sólidos totais é muito importante para a saúde e conservação uma vez que contamina rios, lagos, represas e mares pois possuem excesso de sedimentos e micro-organismos que podem causar a proliferação de doenças, como a esquistossomose, leptospirose, cólera e piodermites.

Os serviços de água possuem problemas crônicos: A preservação dos mananciais urbanos provocando a perda de água na distribuição e falta de racionalização de uso da água em nível doméstico e industrial. Também pode transformar áreas próximas, desequilibrando o ecossistema da região, rios e praias sofrem processo de assoreamento, que nada mais é do que o aumento de sedimentos (sólidos) em sua base, provocando aumento do nível da água e, consequentemente, enchentes. Os mais prejudicados são os peixes, espécies inteiras podem ser extintas do local onde o esgoto doméstico é jogado. Além deles, as vegetações aquáticas e ribeirinhas podem acabar morrendo.

Os rios mais poluídos do Brasil são: Tietê, Iguaçu, Ipojuca, dos Sinos, Gravataí, das Velhas, Capibaribe, Caí, Paraíba do Sul, Doce, Tamanduateí e Pinheiros. Dados do IDS (Indicadores de Desenvolvimento Sustentável), do IBGE, revelam quais bacias de água doce estão em situação mais crítica. Os IQAs (Índice de Qualidade da Água) mais baixos são os dos altos cursos dos rios Tietê e Iguaçu, que atravessam, respectivamente, as regiões metropolitanas de São Paulo e Curitiba. Alguns destes possuem processos de tratamento e despoluição, mas ainda não foram recuperados. Exemplos de rios que foram despoluídos estão presentes na Europa, como o Rio Tâmisa (Inglaterra), Rio Neiva (Portugal) e o Rio Sena (França).